Sábado, 11 de Setembro de 2010

Emoções que comandam

As emoções comanda-nos, como o vento comanda a vela de um barco.
Saibamos nós dirigir esse vento para nos levar a terras nunca vistas, viver tempestades e sentir o sabor delas ao sobreviver até chegarmos a bom porto.
Isso é Amar.
O amor transforma, torna-nos flexíveis, liberta-nos…
Sinto que uma sociedade deve ser respeitada e não devemos tentar ser aqueles que ainda não sabemos ser, mas tambem que, as diferenças sao capazes de nos mostrar a nossa própria autencidade, mostrar-nos o que conseguimos vencer de nós mesmos, de conquista no patamar da vida…
É estranho ainda para mim viver neste mundo, e por isso pq não achar o sere humano de tamanha complexidade? Porque o somos. No entanto é tão verdade que quando vislubramos a simplicidade ficamos maravilhados com a descoberta. A diversa e ínfima dose de inocência expande-se e entranha-se como uma felicidade imensa de criança, do novo que não é novo, do belo que nunca deixou de ser, mas, que esquecemos com o caminhar, que com os diversos ventos em ciclone que abanou por diversas vezes o nosso barco pelo nosso caminho não conseguimos segura-lo…

Vejo-me a velejar…
Exprimento sentir o vento na cara, semi-serrando o olhar por entre a névoa que se depara, que me afronta e relembro onde conquistei a minha força…onde um dia embarquei e so encontrei tempestades… mas que sempre soube agarrar um raio do sol quando espreitava e fazia a lágrima cristalizar procurando dar lugar ao sorriso…E que a cada sorriso, guardava um pouco escondido em meu peito para que, quando nova tempestade se avizinhasse, esse meu sorriso escondido, pudesse surgir como uma espada contra os ventos fortes e incontroláveis, como que a lágrima sendo chuva, deve-se o lugar ao sol que não existia…

Ainda de olhos semi-serrados sorriu e percebo… que o sorriso já não se esconde, vê que o sol é presente e que a vela do barco mal mexe…não há vento!
Alcancei um porto. EU!
Alcancei-me!
Esse porto que esta dentro do meu peito, cheio de coisas boas e coisas menos boas...
Foi e será sempre necessário viver cada uma dessas emoções, que o enche, que me preenche... que me faz amar-te a ti, um simples leitor, mas a mim principalmente que amo cada vez mais aquela, em que me tornei... Susana, apenas!
tags:

publicado por Susana Ber. expressar às 21:50
link do post | comentar | favorito
 O que é? |

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. Emoções que comandam

.arquivos

. Março 2011

. Setembro 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Março 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Março 2009

. Abril 2008

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. todas as tags

.favoritos

. Desabafo da Alma

. Os Quatro Elementos

blogs SAPO

.subscrever feeds