Sexta-feira, 19 de Março de 2010

Esquecida...

Encontrei-te andava desnorteada,

Contra o vento da vida,

Queixava-me de tudo desolada,

mesmo de quando não era nascida...

 

Em solavancos adormecia,

Minh'alma descabida...

Do que não queria, do que não sabia.

Ainda assim, poderosa me sentia.

 

Empertigada do que pensava saber,

Esta vida que assim queria viver...

Esta vida que não vivia,

que desse saber nada sabia...

 

Parar eu devia!

Mas teimosa prosseguia.

Até que me encontraste

e minha magoa arrancaste...

 

Quando a luz do dia me mostraste.

A cor dos olhos que nao vi,

A voz que ouvi

o sentido que segui...

 

No Amor que ficou

e que meu coração regou...

Um coração que se encontrou

Sem querer...em se perder...

 

Brotando um jardim de emoções,

Sem parar de crescer.

Todas essas, as sensações

Que tu fizeste resnascer...

 

O amor que nunca se desvairou

Nesta alma afinal, não tao perdida

Que no amor se encontrou

Do que se achava esquecida..


publicado por Susana Ber. expressar às 23:23
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
 O que é? |
Quarta-feira, 10 de Março de 2010

Anjo

 

Sacudiste gestos de encanto
Pertencias ao clã da nação
Que para meu espanto
Tocavas em meu coração.
Era difícil acreditar
Que alteravas a minha disposição
Quando durante anos sem me alterar
Não conseguia sentir esta emoção…
Vestida de branco me emancipava
Quando vinha de ti, inspiração
O sentido que elevava
Minha alma em comoção.
Airoso aparecias
Convencido em tudo mudar
Do Amor tu, não esquecias
Quando decidiste na minh’alma tocar.
Negaste o meu desdém
Quando eu nada queria
Quando eu pensava que ninguém
Saberia o que dentro de mim cabia…

publicado por Susana Ber. expressar às 18:14
link do post | comentar | favorito
 O que é? |

...

UM TOQUE 

 

 Sem dizer de cor
Sem palavra alguma dizer
O toque tira-te a dor
Onde desatina sem doer.
É energia que desbloqueia
Profundamente o coração
É o doce toque que se arqueia
A favor da tua emoção.
Deixa tocar-te, sentir-te
Entrega tua alma sem gemido
A um olhar sem mentir-te
A um toque sentido
Deixa tocar-te, amar-te
Deixa sentir-te tocando
Deixa um simples toque cantar-te
Ao embalar-te, acarinhando.
(O tema foi sugerido por um amigo, Marco Vieira  prof de KungFu Terapeutico, Shiatsu e SEITAI) 

http://kungfuterapeutico.webs.com


publicado por Susana Ber. expressar às 18:02
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
 O que é? |
Domingo, 7 de Março de 2010

Eternidade...aquilo que somos!

 

Somos pequenos demais para falar da eternidade, no entanto somos enormes para senti-la.
Para quem não entende o que seja a eternidade, podemos compara-la com um mar imenso ou um céu que não acaba.
Envolve-nos na maior parte das vezes inconscientemente e contemplamos a sua candura quando vemos através dela o que somos.
Somos algo que se impregna de bom e menos bom, e teremos que aceitar isso, embora não o saibamos fazer conscientemente na maioria das vezes. Mas fazemo-lo! Fazemo-lo quando choramos, quando sorrimos, até no lamento de uam tristeza e no grito de uma felicidade. Serão sempre por esses sentimentos que nos revemos e aprendemos mais um pouco sobre nós, por isso não devemos negar qualquer que seja a emoção a ser vivida…
Somos como uma moeda, temos dois lados .
O segredo está como nos vimos.
Se nos compararmos com uma moeda e so virmos apenas coroa ou apenas cara, o equilíbrio é difícil, ao passo que se soubermos encarar a cara e a coroa como sendo apenas um, como sendo o que somos, completos, não estamos a abnegar aquilo que somos, o bom e o menos bom.
Porque imagina, tu que me lês, se ao pedires uma moeda e apenas te dão a parte da coroa…será que fica com o mesmo valor? Claro que não. Assim somos nós, o valor daquilo que és, daquilo que eu sou, é o todo que nos completa, sermos inteiros, com cara e coroa ;-)
Se nos aceitarmos sem medidas, estamos a abençoar a vida e a nossa alma, sendo que a gratidão desta vida é senti-la espontaneamente, deixar fluir, tal qual o rio que corre e que sabe contornar da melhor forma o seu obstáculo…
Por isso sorri…deixa fluir o teu sorriso perante a vida, perante o enorme valor que a tua vida, tal como a minha vida é e será sempre importante.
Não percamos a oportunidade de fazer historia, a nossa própria historia....em sermos eternos! 

publicado por Susana Ber. expressar às 23:43
link do post | comentar | favorito
 O que é? |

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 5 seguidores

.pesquisar

 

.Março 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. Vida tão curta...

. Amar

. Emoções que comandam

. Vidas...

. Carta a minha Mae

. Esquecida...

. Anjo

. ...

. Eternidade...aquilo que s...

. Aceitação...Entrega...

.arquivos

. Março 2011

. Setembro 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Março 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Março 2009

. Abril 2008

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. todas as tags

.favoritos

. Desabafo da Alma

. Os Quatro Elementos

SAPO Blogs

.subscrever feeds